jump to navigation

LG apresenta netbooks X130, com mais memória e 3G 16/03/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Acesse o link abaixo e assista o vídeo!

LG X130.

Anúncios

I7 com 12 núcleos! 15/03/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Mesmo para os novíssimos Core i7 lançados no fim do ano passado, continua valendo a lei da selva dos processadores: o importante é ser mais rápido. Por isso, está próxima a chegada dos i7-980X, com nada mais nada menos que seis núcleos para superar os quatro do i7-975.

Os micros com os primeiros i7 mal chegaram ao Brasil, mas a tecnologia de 45 nanômetros para fabricar circuitos da primeira geração dos i7 já vai ser substituída pela de 32 na segunda. Isso quer dizer chips menores e, portanto, mais rápidos. Como os i7-975, os 980X terão um clock de 3,3 GHz, mas poderão simular mais núcleos.

Com a já bastante empregada tecnologia de hiperprocessamento, o chip vai simular o uso do dobro de núcleos em paralelo, totalizando 12. A arquitetura é a Nehalem, a mesma dos outros i7, mas o nome do novo chip é “Gulftown”.

Esperado para os primeiros quatro meses do ano, ele deve estrear em breve, com o mesmo preço dos i7-975, diz a Intel. O que fazer com tanta velocidade, 1,17 bilhões de transístores e 12 MB de cache L3? É uma pergunta que fica para cada um responder.

Fonte: Geek.



Roteador Cisco CRS-3 12 vezes mais rápido é anunciado 12/03/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Lançado nesta terça-feira (09/03) o roteador CRS-3 (Carrier Routing System) da Cisco, a plataforma de roteamento foi criada para ser base para a próxima geração de internet. Com capacidade de tráfego superior a 12 vezes das redes atuais.

Segundo John Chamvers (CEO da Cisco Systems) “O CRS-3 triplica a capacidade de tráfego da plataforma anterior (CRS-1) que pode chegar a 322 terabits por segundo. Tal capacidade é suficiente para baixar todo o catálogo impresso da biblioteca do Congresso americano em pouco mais de um segundo, permitir que cada habitante da China realize uma videochamada simultaneamente, ou ainda que todos os filmes já produzidos no mundo sejam transferidos entre dois pontos em menos de quatro minutos.

O equipamento foi desenhado para serviços de vídeo, aparelhos móveis e computação em nuvem (grosso modo, armazenamento on-line de dados).

O processador QuantumFlow Array, cuja tecnologia foi desenvolvida pela própria Cisco, centraliza o trabalho de seis chips em um e há redução no consumo de energia em 60% para as operadoras, afirma a Cisco.

O chip também tem a capacidade de diferenciar o tipo de tráfego: dados, voz, ou vídeo, por exemplo. Entretanto, ele manterá uma avaliação neutra, ou seja, não vai priorizar o tráfego de um em detrimento de outro.

Tomando como base os EUA, o custo mínimo do novo roteador é US$ 90 mil.

Rodrigo Abreu, presidente da Cisco no Brasil, projeta que a velocidade permitida pelo CRS-3 seja alcançada no Brasil em três ou quatro anos. “O CRS-3 é o equipamento mais potente já lançado na história da internet”, afirmou.

Ele diz que o roteador foi construído, fundamentalmente, para o tráfego de vídeos. “Até 2014, o vídeo vai representar 90% do tráfego, hoje ele é 30%. O CRS-3 é projetado para esta expansão.”

Fonte: Oficina da Net.

Laptop tablet da Toshiba sai na frente com Core i7 23/02/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Os notebooks que viram tablets estão ganhando poder com o processador Intel Core i7. O novo membro do time de laptops contorcionistas, depois de modelos da Acer, HP e Dell, é o Portégé M780, da Toshiba. Seu diferencial é poder se gabar de um i7.

Com configurações bastante satisfatórias, o Portégé também aguenta bem o tranco do dia a dia, pois não se abala com quedas e é feito para ter alta resistência. Mesmo assim, pode dar dó de judiar desse aparelho com 4 GB de memória RAM DDR3, disco rígido de 320 GB e o atual sonho de consumo dos geeks: o Core i7 de 2,66 GHz.

A tela de 12 polegadas iluminada por LED, quando dobrada sobre o corpo do notebook, oferece a aparência de um tablet grandalhão. Mas a tela sensível ao toque e o acelerômetro oferecem uma experiência intuitiva.

Até agora, poucos notebooks, como o Lenovo ThinkPad X201, e um tablet ainda não lançado pela Fujitsu reúnem o i7 ao contorcionismo. O laptop da Toshiba sai por pouco menos que o de 1 900 dólares da Lenovo – nestas configurações custa 1 799 mangos americanos.

Fonte: Info Abril.

Novo USB 3.0 19/02/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias, Windows 7.
add a comment

Asus P6X58D Premium: uma das primeiras placas-mãe com portas USB 3.0

A porta eSATA, encontrada hoje nos micros avançados, deve se tornar obsoleta com a popularização da interface USB 3.0.

O padrão USB 3.0 começa a fazer suas primeiras aparições em computadores, unidades de disco externas e pen drives. Na feira CES, que aconteceu em Las Vegas no início deste mês, houve várias demonstrações dessa nova interface. Asus e HP, por exemplo, exibiram notebooks equipados com USB 3.0. A nova porta promete velocidade máxima de até 5 Gbps, contra 480 Mbps da USB 2.0. Ao menos na teoria, o ganho de velocidade pode passar de dez vezes.

Um arquivo com um vídeo de 6 GB demoraria mais de duas horas para ser transferido via USB 1.0. Se a porta for USB 2.0, o tempo cai para pouco mais de 3 minutos. Com a USB 3.0, será de cerca de 20 segundos. Para conseguir isso, o cabo USB 3.0 tem oito fios em seu interior, em vez dos quatro usados nos cabos USB 2.0 e 1.x. Mas as novas portas serão compatíveis com os dispositivos hoje existentes. Além do ganho de velocidade, a USB 3.0 terá mais eficiência energética, consumindo pouquíssima eletricidade quando o dispositivo conectado não precisar dela.

Além de estar presente em praticamente 100% dos computadores, a porta USB está virando padrão para conexão de dados e energia em celulares e outros dispositivos móveis. O USB Implementers Forum (USB-IF), grupo de fabricantes que desenvolve essa tecnologia, calcula que haja 6 bilhões de portas USB em uso. A empresa de pesquisas de mercado InStat, bastante mais conservadora, fala em 3,4 bilhões. A USB 3.0 deve começar, aos poucos, a ocupar uma parcela desse mercado. Mas isso não vai acontecer de repente. Ainda hoje, 29% dos dispositivos em uso são USB 1.1, como você pode ver no gráfico abaixo. Vale observar, também, que o Windows 7 ainda não suporta USB 3.0 nativamente. Esse recurso deverá estar no primeiro service pack do sistema operacional, que deve chegar, talvez, no final deste ano.

instat-usb30

E o que vai acontecer com as portas FireWire e eSATA? (mais…)

Alemães lançam placa-mãe minúscula para processadores Core i7 19/01/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Conga-BM57, da Congatec, é menor que uma caixinha de CDs

Até agora, quem quisesse montar um PC compacto tinha como opção as placas-mãe no formato Mini-ITX: medindo cerca de 17 × 17 cm elas são pequenas e práticas, mas seu tamanho limita os processadores disponíveis a soluções menos poderosas, como a família Atom, da Intel, ou a série C-7 / Nano, da VIA. Felizmente, quem precisa de poder de processamento em um formato compacto já tem uma alternativa: é a Conga-BM75, da Congatec.

Segundo o site Akihabara News a placa mede aproximadamente 12 × 9 centímetros e suporta os poderosos processadores Intel Core i7 rodando a até 2.66 GHz, com até 8 GB de RAM, três conectores SATA, interface de rede Gigabit Ethernet, oito portas USB 2.0 e saída HDMI para conexão a TVs de alta-definição. Tudo isso, lembrando, em uma placa menor que uma caixinha de CD.

A Conga-BM57 ainda não tem preço definido, mas deverá estar em exposição na International Gaming Expo no fim de janeiro em Londres. Mais informações no site da Congatec.

Fonte: Geek

Novo chip promete melhorar a qualidade dos vídeos em netbooks 12/01/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Batizado de QVU, co-processador da Quartics converte vídeo 2D em 3D em tempo real

Co-processador da Quartics converte filmes em 2D para 3D, melhora a qualidade de qualquer clipe (em tempo real), mesmo os do YouTube, e permite a reprodução de vídeo em Full HD sem esforço. Além do melhor desempenho, o chip permite mais fôlego à CPU principal – e, por isso mesmo, menor consumo e maior duração da bateria.

É sabido que os chips de vídeo mais utilizados em netbooks, o GMA 950 e GMA 500, ambos da Intel, não são adequados para reprodução de vídeo em alta-definição. Alguns portáteis baseados no GMA 500 até conseguem lidar com vídeo em HD (1280 × 720 pixels), mas ao custo do uso de 100% do processador, o que implica em calor, maior consumo de energia e menor autonomia de bateria. Empresas como a NVIDIA (Ion) e Broadcom (Crystal HD) já oferecem soluções, na forma de chips extras adicionados à placa-mãe, e agora uma nova empresa entra no jogo: a desconhecida Quartics, com seu chip QVU.

O chip da Quartics permite que um netbook reproduza vídeo em Full HD (1920 × 1080 pixels) sem problemas, o que permite a ele ser ligado em uma TV ou monitor de alta definição e servir como central de mídia (mais…)

RCA Transforma Sinais Wi-Fi em Energia Elétrica! 11/01/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

A RCA está prestes a colocar no mercado um produto que deve amenizar o principal problema dos amantes dos gadgets: baterias que não aguentam um dia inteiro e insistem em se esgotar na hora mais inconveniente. Seu “Airnergy” é uma bateria externa capaz de recarregar, via USB, a maioria dos smartphones e media players do mercado. A diferença é o modo como o Airnergy em si é recarregado: via Wi-Fi.

Segundo o site OhGizmo o aparelho contém uma antena especialmente projetada para sintonizar a frequência de 2.4 GHz das redes Wi-Fi e converter as ondas de rádio que chegam em energia, armazenada em uma bateria interna. Quanto mais sinais Wi-Fi, mais energia é armazenada e mais rápida a recarga. (mais…)

Qualcomm prepara novos processadores Snapdragon 11/01/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Novos chips poderão rodar a até 1.5 GHz e reproduzir vídeo em Full HD.

2010 está sendo um bom ano para a Qualcomm. Seu processador Snapdragon, projetado para uso em dispositivos como smartphones, tablets para acesso à web e smartbooks, já está sendo usado em uma enorme variedade de aparelhos, do “superphone” Google Nexus One ao novo portátil Lenovo Skylight, entre outros. Mas não é o bastante: a empresa já tem duas novas gerações de seu chip “no forno”.

Segundo o site Hexus, uma versão produzida com processo de 45 nm e rodando a 1.3 GHz deve ser lançada já no fim deste mês e começar a aparecer em produtos no fim do ano. E ainda em 2010 a empresa espera lançar uma versão dual-core, com cada núcleo (batizado de “Scorpion”) rodando a 1.5 GHz. Além de melhor desempenho, (mais…)

O Primeiro Transistor Molecular 06/01/2010

Posted by Alexander Santos in Hardware, Notícias.
add a comment

Cientista da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e do Instituto de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul conseguiram fabricar experimentalmente o primeiro transistor feito com uma única molécula.

A molécula de benzeno, colocada entre os contatos de ouro, funciona como um transistor. Crédito: Hyunwook Song and Takhee Lee

A molécula de benzeno, colocada entre os contatos de ouro, funciona como um transistor.   Crédito: Hyunwook Song and Takhee Lee

Segundo o siste Tech Radar ,eles demonstraram que, conforme haviam sugerido cientistas da Universidade do Arizona, uma molécula de benzeno ligada a contatos de ouro comporta-se como um transistor de silício.

Os pesquisadores conseguiram manipular os diferentes estados de energia da molécula variando a tensão aplicada através dos eletrodos de ouro. Ao fazer isso, eles foram capazes de controlar a intensidade da corrente elétrica que passa através da molécula, exatamente como um transístor eletrônico de silício.

“É mais ou menos como rolar uma bola colina acima, onde a bola representa a corrente elétrica e a altura da colina representa os diferentes estados de energia da molécula,” tenta explicar o Dr. Mark Reed ao site Physorg. “Fomos capazes de ajustar a altura da colina, permitindo que a corrente passasse por ela quando ela era mais baixa, e interrompendo a corrente quando ela se elevava.”

Dr. Reed e sua equipe vêm aprimorando há quase 20 anos a conexão dos eletrodos metálicos à molécula, que só pode ser feita graças ao desenvolvimento de novas técnicas e equipamentos que permitem a medição das correntes super tênues e a “visualização” do que está ocorrendo em nível molecular.

Os cientistas estão interessados em utilizar moléculas em circuitos de computador porque os transistores tradicionais não são viáveis em escalas tão pequenas. (mais…)