jump to navigation

Impedindo a proliferação de vírus por pendrive 08/02/2010

Posted by Alexander Santos in Dicas, Segurança da Informação, Windows Vista, Windows XP.
add a comment

Eu estava navegando na internet quando dei de cara com uma atitude que faço no meu pendrive para evitar que vírus infectem meus computadores ou qualquer outro que eu “espete” meu pendrive.

E foi no site: http://thalesmelo.com que eu vi uma grande atitude para proteger seu pendrive e computadores de vírus.

Então, segue o procedimento que copiei e editei do site mencionado:

Esta dica ajuda a proteger seu pendrive de vírus e trojans que infectam seu pendrive assim que você o insere em algum computador infectado.
Testei a solução no meu pendrive colocando-o nos compuratores da faculdade que estão cheios de vírus. Até agora tem funcionado bem, meu pendrive continua limpo sem nenhum vírus do tipo.
Bem, esses tipos de malwares funcionam de forma a alterar o arquivo autorun.inf que fica dentro do pendrive,
inserindo uma linha que chama algum executável que executa código maligno.
A solução é simples, basta criar uma pasta chamada autorun.inf e dentro dela criar um arquivo, usando o bloco de notas, com o nome autorun.inf no seu pendrive, clique com o botão direito do Mouse na pasta e depois no arquivo e marque-os como somente leitura através do windows.

Post editado por Alexander Santos.

Fonte: http://thalesmelo.com

Anúncios

Pendrive com vírus – Saiba como se proteger 08/02/2010

Posted by Alexander Santos in Dicas, Segurança da Informação, Windows XP.
add a comment

Hoje em dia quase todo mundo tem um Pendrive. Esse pequeno e útil objeto veio de vez para substituir os famigerados disquetes e, em alguns casos, até CD’s e DVD’s.

É indiscutível a utilidade do pendrive e, sabendo disso, os desocupados de plantão criadores de vírus e pragas resolveram criar algumas pragas que se disseminam através de pendrives.

Como um pendrive pode “viajar” em vários computadores, os vírus e programas prejudiciais voltaram alguns anos na história e estão se disseminando através de um método parecido com o utilizado em disquetes antigos. Ao inserir o pendrive infectado no computador, é executado automaticamente um programa que instala essas pragas em seu computador, contaminando também outros pendrives que forem conectados à máquina. No caso dos antigos disquetes, o programa malicioso se instalava muitas vezes na área de boot dos disquetes fazendo com que o sistema operacional fosse infectado automaticamente apenas com a inserção e leitura do disco. Como os pendrives geralmente não possuem área de boot, os desocupados conseguiram imaginar (nem precisou de muita imaginação) que um pendrive é detectado automaticamente como uma nova unidade de disco no Windows. Sendo assim, basta o mesmo contenha um arquivo chamado “autorun.inf” para que, ao ser detectado, o Windows automaticamente leia esse arquivo e execute as instruções nele contidas.

Por sorte é possível que essa função seja desabilitada do Windows. Função essa que, ao meu ver, nunca teve muita utilidade. Siga os procedimentos abaixo para desabilitar a função de execução automática desses arquivos. Lembrando sempre que, caso não se sinta à vontade para executar os procedimentos abaixo é sempre recomendado que você procure um profissional da área que estará mais familiarizado com a manipulação dessas ferramentas pois qualquer erro pode significar a inutilização de alguma parte ou todo o sistema operacional.

Siga os seguintes passos: Clique no Menu Iniciar e, em seguida, na opção “Executar”. (mais…)

Otimizando a memória RAM 08/02/2010

Posted by Alexander Santos in Dicas, Windows XP.
add a comment

O WinUtilities Free Memory Optimizer é mais um dos programas que promete melhorar o aproveitamento da memória do PC. O princípio básico desses software é desalocar operações inúteis da RAM em benefícios de programas que realmente precisem usa-la. O WinUtilities, além de realizar isso, vem com interfaces gráficas sobre o funcionamento do PC.

O aplicativo pode funcionar minimizado na bandeja do sistema. Ao acessa-lo, o usuário é apresentado à tela inicial com quatro opções: as de informação de memória e CPU e as opções de otimização e do próprio programa. Nas configurações é possível automatizar os processos de otimização, bem como alterar a capacidade de memória livre — opção que interfere na velocidade de atuação do software.

WinUtilities Free Memory Optimizer aumenta rendimento da memória RAM

Fonte: http://info.abril.com.br